7 de mar de 2015

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO

“JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO”
CELEBRA OS 25 ANOS DA CIA HALARDE DE TEATRO

A Cia. Halarde de Teatro, em 2015 comemora 25 anos de atividades. Surgiu com o desejo de inovar e acredita que nesta trajetória fizemos a diferença.
“JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO” ,um clássico, na versão do dramaturgo  Artur José Pinto resgata a magia dos contos de fada nesta montagem atemporal dirigida por Paulo Guerra com estreia prevista para a primeira quinzena de maio.
No elenco, Cristiano Godinho, Danu Zaguetto, Leo Peralte, Natália Vargas Xis e Pedro Valduga  com diversos profissionais que marcaram sua trajetória na Cia, tais como: Claudio Benevenga (Figurinos e Cenografia), Jean Presser (Trilha Sonora Original) , Anílton Souza (Iluminação), Sandro Ka (Arte) entre outros.
O musical conta as aventuras de João em busca dos pais que desapareceram após uma chuva de moedas de ouro, ele e sua irmã resolvem trocar a única vaca por feijões mágicos que os levam a um castelo acima das nuvens.

A produção promete muitas inovações e surpresas nesta montagem de celebração. 

ANJO DA GUARDA - ÚLTIMA TEMPORADA

} ANJO DA GUARDA {  ÚLTIMA TEMPORADA !

}ANJO DA GUARDA{ retorna a cartaz em última temporada na  Sala Àlvaro Moreyra do Centro Municipal Lupicínio Rodrigues (Av. Erico Verissimo,307) de 14 de março(sábado) a 12 de abril, sempre às sextas , sábados e domingos às 20h.

A Cia Halarde de Teatro concluí a trilogia homoafetiva  com “ANJO DA GUARDA”,  do dramaturgo Franz Keppler , direção de Paulo Guerra e com os elogiados desempenhos de Boni Rangel e Carlos Paixão. Anteriormente montou os sucessos ”ENTRE NÓS” (2013) e  “DOIS DE PAUS” (2011).
Um homem  contrata um garoto de programa e propõe a ele que o mate. A proposta inesperada faz com que os dois confrontem suas histórias de vida, seus medos, desejos e sonhos até chegarem a um final totalmente inesperado.
Um dos diferenciais desta montagem é que é apresentada para um número limitado de pessoas que dividirão o palco com os atores.
A peça teve indicações ao Troféu Açorianos/2014 de Melhor Ator-coadjuvante para Boni Rangel e Cenografia para Antonio Rabadan. Diversos profissionais participam da montagem: Anílton Souza (Iluminação), Ben-Hur Borges (Trilha Sonora), Sandro Ka (Arte), Vitor Senger (Quadros) entre outros.
Indicado para maiores de 18 anos
Acesso para portadores de necessidades especiais
Fotos Luciane Pires Ferreira

 
INGRESSOS NO TEATRO
25,00 (INTEIRA) 
20,00 (Estudantes)
14,50 (IDOSO)